Loading

Mais rápido dos seres vivos, falcão-peregrino é encontrado morto em mata de Manaus

Fale com o PMP: redacao@portaldomovimentopopular.com.br

O Ipaam iniciou trabalho de pesquisa para descobrir a origem do animal (Foto: Reprodução/internet)

Manaus/AM- Considerado o mais rápido dos seres vivos, cujo voo pode atingir mais de 350 quilômetros por hora, um falcão-peregrino (Falco Peregrinus) foi encontrado morto na última segunda-feira (8) em uma área de mata localizada no Hospital Francisca Mendes, na Zona Norte de Manaus. O animal estava com uma anilha de marcação de monitoramento presa a um dos pés.

Procurado pela reportagem, o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) informou que foi iniciado nesta quarta-feira (10) um trabalho de pesquisa para descobrir o país de origem do animal, para que a nação seja comunicada da morte da ave.

O Ipaam relatou que o resgate do falção-peregrino aconteceu depois que um servidor do hospital ter ligado para o órgão falando da ave de subespécie ainda não determinada. Segundo o instituto, a origem da ave que realiza migrações está sendo apurada por meio de exame de necropsia e dos dados da anilha.

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas comentou que pelo estado de decomposição em que a ave foi encontrada é provável que o animal estivesse morto há mais de um dia. Conforme o Ipaam, apenas uma necropsia, vai poder determinar também a possível causa da morte da ave.

Predador de aves

Segundo o site Aves de Rapina Brasil, o falcão-peregrino é um formidável predador de aves e morcegos. Ele captura suas presas em voo por meio de perseguições. Migratório, o animal aparece no Brasil entre os meses de outubro e abril.

Ainda conforme o site, a ave não se reproduz na Amazônia nem em outras regiões do Brasil e sim no Hemisfério Norte. Ela habita nos mais variados hábitats, sendo a disponibilidade de penhascos, edifícios ou torres, pois são locais usados como poleiros de caça, dormitório e reprodução.

Segundo encontrado no AM

Este é o primeiro falcão-peregrino encontrado morto no Amazonas. Em março de 2015, uma ave da mesma espécie foi encontrada com vida pelo Ipaam após colidir com um avião nas proximidades do Aeroporto Internacional de Eduardo Gomes, na Zona Oeste da capital.

Durante o acidente, o animal machucou bastante uma das asas e foi levado para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Categorias: Destaque, Meio Ambiente

Palavras-chave: