Loading

IBGE: 1% da população ganha 36,3 vezes mais que a metade mais pobre

Fale com o PMP: redacao@portaldomovimentopopular.com.br

O grupo formado pelo 1% mais rico da população brasileira recebeu em 2016 uma renda média 36,3 vezes maior que a metade mais pobre. De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o rendimento médio mensal da parcela mais rica foi de R$ 27.085, contra R$ 747 da metade mais pobre dos brasileiros.

A maior distorção, segundo a Pnad, está concentrada na Região Sudeste do país, com uma proporção de 36,3 vezes maior, igual a media nacional. No Sul, a diferença registrada foi a menor: 24,6 vezes.

O Índice de Gini do rendimento médio mensal ficou em 0,525, segundo a pesquisa do IBGE, A comparação com anos anteriores, contudo, não pode ser realizada em função de mudanças na metodologia empregada pelo estudo. Os menores índices registrados em 2016 foram observados nas regiões Sul (0,465) e Centro-Oeste (0,493). No Nordeste, porém, a desigualdade chegou a 0,545, o maior índice registrado.

Categorias: Destaque, Economia

Palavras-chave: