Loading

Trump empurra premier de Montenegro durante encontro da Otan

Fale com o PMP: redacao@portaldomovimentopopular.com.br

Foto divulgação

O presidente americano, Donald Trump, frequentemente é visto protagonizando situações inusitadas. Desta vez, o chefe da Casa Branca foi filmado empurrando o premier de Montenegro, Dusko Markovic, durante a inauguração da nova sede da Otan em Bruxelas. O momento insólito tomou as redes sociais e internautas comentavam sobre os “modos de Trump”.

O fato aconteceu quando os líderes mundiais se preparavam para fazer uma foto oficial. O americano, então, empurrou o líder de Montenegro, provavelmente para sair melhor na foto, segundo internautas. O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, disse ao jornal “USA Today” que as posições na fotografia já estavam previamente definidas.

Além de toda a turbulência política que cerca seu governo, o presidente dos EUA parece também ter problemas nas relações interpessoais. Dias antes, circulou na internet um vídeo do americano e sua mulher após desembarcarem em Tel Aviv, na segunda-feira. Melania Trump se recusou a andar de mãos dadas com o marido, dando um tapinha na sua mão quando ele a estendeu para que os dois caminhassem juntos. A situação se repetiu em Roma, no dia seguinte.

A primeira viagem de Trump como presidente dos Estados Unidos está sendo acompanhada pela imprensa do mundo todo — o que ajuda a espalhar rapidamente pelas redes situações inusitadas envolvendo o governante, com muitos comentários ácidos dos internautas.

Em sua primeira visita à sede da Otan, em Bruxelas, o presidente dos Estados Unidos fez um discurso no qual pediu a seus aliados um maior envolvimento na luta contra o terrorismo e aumento dos gastos militares. Em seu pronunciamento, Trump recordou ainda do atentado em Manchester na noite de segunda-feira, que deixou 22 pessoas mortas e outras 75 feridas na saída do show da cantora pop americana Ariana Grande. Ele também classificou como muito preocupantes os supostos vazamentos de agências de Inteligência dos EUA sobre o atentado e exigiu uma investigação.

O presidente, que foi recebido pelo secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, cobrou uma divisão mais justa dos gastos com Defesa. Ele também pediu mais ação em relação às ameaças da Rússia e aos problemas de imigração.

Fonte: O globo

Categorias: Mundo

Palavras-chave: , ,