Loading

Professores são obrigados a fazerem campanha em Borba

Fale com PMP : redacao@portaldomovimentopopular.com.br

Foto divulgação

Borba/AM- Professores da rede municipal de ensino de Borba estão sendo coagidos pelo prefeito Simão Peixoto (SD) a fazer campanha para o candidato a governador Amazonino Mendes (PDT). A denúncia chegou ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) por meio do advogado Alysson Karrer.

Punição 

De acordo com ele, os alunos estão sendo liberados mais cedo das escolas para que os trabalhadores participem das atividades de campanha, sob pena de punição. “Uma das ameaças é transferir os professores para comunidades distantes”, afirmou Alysson.

O candidato Eduardo Braga venceu em Borba no 1º turno das eleições, ocorrido no domingo passado. Desde então, as ameaças por parte da prefeitura se intensificaram. Gestores levam o livro de ponto para as reuniões de campanha convocadas pelo prefeito para confirmar a participação deles nas atividades.

O caso já foi denunciado ao Tribunal de Contas do Estado e Ministério Público Estadual.

 

 

Redação PMP 

Categorias: Destaque, Municípios

Palavras-chave: , ,