Loading

“Neutralidade” de Rebecca, Wilker e David Almeida beneficia grupo de Melo

Fale com PMP : redacao@portaldomovimentopopular.com.br

Foto divulgação

Manaus/AM- Mais um politico manifestou  “neutralidade”, neste segundo turno da eleição suplementar ao governo do Amazonas, desta vez foi  o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), que declarou não dar o seu apoio nem a Amazonino Mendes (PDT) e nem a Eduardo Braga (PMDB).

Wilker (PHS) segue o exemplo da terceira colocada na eleição suplementar, Rebecca Garcia (PP) que também não se posicionou argumentando que nem Braga (PMDB), nem Amazonino (PDT) “representam” a ideia do seu partido.

David Almeida 

David que a exemplo do seu chará bíblico que derrotou o gigante Golias, começou como um “gigante” desafiando praticamente todas as forças políticas do Amazonas para viabilizar sua candidatura, entretanto, após uma negativa  do senador Omar Aziz (PSD), em lhe dar a legenda para disputar o mandato suplementar, David lança Rebecca Garcia que acabou sendo derrotada no 1 turno.

Cobrado sobre um posicionamento neste segundo turno, o governador interino afirmou em coletiva realizada ontem (09) que não iria apoiar “nem criador, nem criatura”, seguindo a risca o exemplo de sua candidata Rebecca Garcia, e Wilker Barreto.

Balanço das forças políticas

Passados três dias do resultado do primeiro turno três políticos que estiveram ativamente no processo eleitoral já declararam “neutralidade”, entretanto, como na política não existe movimentações sem se pensar em cada ato, Rebecca, Wilker e o governador interino David Almeida, sabem que na prática estão ajudando a candidatura de Amazonino Mendes, candidato de Melo e do grupo político que deixou o Amazonas em colapso.

Da Redação PMP

Categorias: Destaque, Política

Palavras-chave: